Palavras,chá e cartas

Me vi perdida entre tantas desventuras, acredito que entendes minha língua, e oque se passa aqui dentro, ou melhor, não sabe não, mas não lhe culpo querido, sei que agi de modo incorreto, jurei desde o primeiro dia que não me envolveria em um relacionamento de cabeça, mas a problemática de tudo isso não foi a cabeça, foram as cartas, as palavras ditas, os olhares, os encontros, e o pior deles…o coração, ah! o coração, ele foi enganoso, e se deixou levar pelas euforias que tu causastes a ele.
Dissestes que nosso término seria passivo, e que me escreveria para ter certeza de que eu estaria bem , agora meu caro, cabe a mim contar-lhe a verdade nessa carta de como estou…
Encontro-me no mesmo recinto em que me deixastes, sentada em frente a janela, olhando as gotas,que deslisam serenas…e tomando chá, aquele que costumávamos tomar juntos, e falar estupidamente de coisas engraçadas, mas no momento não vem ao caso, a questão aqui é: você se foi, jurou que seria diferente, porém me encontro vivendo constantemente a mesma cena, pintei a casa, mudei os armários, até fiz a prateleira para colocar os meus livros que costumavam ficar jogados pela casa, mas o cheiro do inquilino ainda insiste em valsar por aqui… perdoa-me por colocar tantas reticências, é que as palavras sempre refletiram oque sinto…
 Desejo sua felicidade, mas desejo mais a minha, e que ela venha depressa, pois sei que tens outra vida agora, e eu ainda insisto em fazer parte dela… mesmo sabendo que o caminho que escolhestes, foram diferentes dos meus.
Hadassa Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...