Conselhos de uma errante.




Em uma dessas caminhadas matinais,tirei pra pensar e rever alguns termos,descobri que ando pendente em afazeres comigo mesma,e que sou um acúmulo de "meios"...eu sei que falando dessa maneira parece meio estranho, mas veja só se não estou com a razão.
 Durante os dias que se passam nos acumulamos de meias palavras, meios termos,meios sentimentos,meios amigos, meia felicidade.
É raro encontrar algo ou alguém que chegue e nos torne imensamente completos... e é aí que reside o nosso problema.
Acabamos nos tornando um boneco de retalhados,cheio de sentimentos e feridas de pessoas que só teceram um meio caminho, e acabou indo embora sem finalizar oque começou.
Sofremos porque não entendemos que temos que aprender a sermos completos sozinhos,e não deixar o tempo e as coisas boas passarem, porque não conseguimos fazer parte da vida de alguém,só porque ela não estava dispostas a dividir o caminho e os sonhos dela com a gente.
Temos que fazer nossa própria histórias,sermos cheios e completos sem necessitar de um apoio humano. Preencha-se e depois procure alguém que queira dividir os sonhos e o fardos do cotidiano com você. Mas se está em busca de alguém que te complete, e supra oque falta em você,lamentos meus caros,o mundo anda escasso de pessoas dispostas a isso,então sua jornada será um pouco mais trabalhosa.
Não perdi o romantismo, nem o brilho no olhar, e nem quero acabar com o de ninguém... só aprendi que existem coisas mais importantes do que um "felizes para sempre", e esse tem sido o meu lembrete de todos os dias, e confesso que é bem mais difícil seguir o próprio conselho,mas juro que tenho tentado,apesar de todos nós sermos muito teimosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...