Escreva uma carta,sem remetente...

Sim cartas,e não...não é mais um texto meu inspirado nelas,apesar de amar escrever meus rabiscos baseados nisso,o assunto hoje é sobre uma paixão antiga e o prazer que tenho em escrever cartas. Desde pequena via a minha mãe receber algumas cartas,e uma delas foi de uma amiga que não via a muito tempo,e como o tempo tem a estranha mania de fazer pirraça  e sair correndo,ela já estava casada e morando na suíça!. Ela tinha mandado junto com a carta uma foto,onde estava na neve,engraçado como nunca esqueci dessas coisas,talvez tenha sido nesse momento que percebi que as cartas tinham o poder de guardar memórias e histórias boas,dessa pra se contar em um chá da tarde ou em um almoço de família em um domingo ensolarado.

O tempo passou e deu uma reviravolta,quando cheguei no Brasil não conhecia nada nem ninguém até por que eu tinha apenas 7 anos...quem eu iria conhecer?!. Eu sempre fui muito ligada a pessoas,se eu conhecia alguém que fosse legal comigo,que me chamasse de manhã pra brincar ou não tirasse sarro de mim por eu não ter a caixa de 48 cores da Faber Castell já era meu grande amigo,e a maneira que eu demonstrar a elas o meu carinho era fazer bilhetinhos ou mandar pequenas cartinhas em papéis coloridos. Resumindo logo virei uma escritora de cartas em potencial,escrevia até para as professoras que eram legais comigo e algumas delas fizeram toda a diferença na minha vida!. 
Já mandei minhas cartas pra pessoas que não vejo mais,pra pessoas que já não são minhas amigas e outras que até mudaram de estado,mas eu também recebi várias e a felicidade e a nostalgia que sinto quando as vejo no meu quarto só me faz perceber o quanto as palavras tem o poder de mudar o seu dia,de te fazer bem e até mesmo lhe abraçar nos dias mais tristes. Hoje participo de um projeto lindo o Cartas para Amelie(falei sobre ele aqui) e já recebi tantas doçuras escritas e tanto carinho,que fico feliz em ter esse apego talvez ''estranho'' para alguns que é de colecionar cartas!. 

Sendo assim,guardo comigo sentimentos,memórias,palavras e apesar de a cada dia tudo mudar completamente,elas não mudam,vão sempre me fazer companhia e me lembrar de como é bom mostrar aos outros o quanto eles são especiais. Mande cartas,mande para você mesmo se necessário(eu já fiz isso),as cartas fazem bem e emocionam e não precisam estar em papéis decorados com várias páginas e poemas,elas só precisam estar carregadas de sentimentos,essa é a verdadeira beleza dela!. Talvez essa seja uma das formas que encontrei de enviar amor ao mundo,bom...uma parte dele...aaah eu ainda sou aprendiz nisso né!!.
Uma parte das cartas que tenho.


Esse post foi realmente feito com todo o meu amor e carinho,pois tentei compartilhar com vocês uma parte de mim. Tenham um domingo cheio de bonitezas.



Carpe Diem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...